ENFERMAGEM

ENFERMAGEM
É ISTO

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

BIOLOGIA - OSMOSE

    Estando de um dos lados da membrana duma célula o citoplasma, que é uma mistura complexa de substâncias químicas dissolvidas e organelos em suspensão na água, e do outro lado, separada pela membrana selectivamente permeável, a água, como a membrana é permeável às moléculas da água, estas são capazes de se mover livremente de um lado da membrana para o outro.
    A velocidade do movimento da água de um lado da membrana para o outro dependerá do número de moléculas de água que entram em contacto com a membrana.
    Se igual número de moléculas de água colidem com ambos os lados da membrana no mesmo período de tempo, o movimento numa direcção igualará e equilibrará o movimento na outra.
    Contudo, se o número de moléculas que colidem com a membrana de um lado for maior que o número das que colidem do outro lado, então a água deslocar-se-á de um lado para o outro.
    O fluxo líquido será igual à diferença entre as duas velocidades de fluxo opostas.
    Os efeitos da diferença de velocidades de fluxo podem ser demonstradas através de um aparelho chamado osmómetro:
    A amplitude com que as moléculas de água numa solução são capazes de passar através de uma membrana depende de dois factores:

    - Quantas existem num dado volume.

    - Quão activamente se movem na solução.

    Podemos demonstrar que o movimento líquido da água pode ser controlado pela concentração relativa da água e actividade em cada lado da membrana colocando glóbulos vermelhos do sangue intactos numa solução cuja concentração aquosa é menor que a da célula.
    Colocando glóbulos vermelhos numa solução de 10% de açúcar, o número de moléculas de água que colidem com a superfície externa da membrana em qualquer período de tempo é menor que o número das que colidem com a membrana pela parte interna, porque a concentração de água na solução de açúcar a 10% é menor que a concentração de água no interior da célula.
    Além disso, se pudéssemos ampliar suficientemente estas moléculas externas da água, veríamos que muitas foram atraídas pelas moléculas do açúcar, formando uma nuvem à volta de cada uma delas.
    Estas moléculas de água estão efectivamente ligadas e são utilizáveis para o movimento através da membrana.
    Pode ver-se em "a" o resultado da diferença de concentração efectiva da água nos dois lados da membrana, e em "b", inversamente, o resultado da entrada de água incontrolada quando glóbulos vermelhos são colocados em suspensão em água pura: 
      Quando se colocam células em água que contém maior quantidade de substância dissolvida que o interior da célula, a água sai da célula mais depressa do que entra.
    Então, a célula retrai-se, enruga-se e dimunui consideràvelmente de volume, num processo chamado crenação (em cima, na figura).
    Quando colocadas em água pura, as células aumentam ràpidamente de volume até se distenderem ao máximo.
    Quando a água continua a entrar, a pressão aumenta, a membrana celular rompe-se e a hemoglobina do interior sai  por um processo chamado hemólise:
                                                     a                                        b

    As células das plantas também se retraem quando colocadas em água com quantidades suficientes de substâncias dissolvidas.
    Como as paredes das células são relativamente rígidas, o protoplasma afasta-se da parede por um processo chamado plasmólise (a).
    Quando a água é pura, a parede rígida impede a célula de aumentar de volume até ao ponto de rebentar (b).
    Normalmente os glóbulos vermelhos nem ficam excessivamente reduzidos nem intumescidos ao serem transportados no sangue, porque a concentração e a actividade da água no plasma são quase as mesmas que no interior das células.
    Apesar de a água continuar a passar através da membrana em ambas as direcções, não há fluxo líquido porque as velocidades de fluxo nas duas direcções são iguais.
    Com efeito, assim acontece com todas as células do corpo dum animal, pois que estão panhadas numa solução de sais, proteínas e outras substâncias dissolvidas que corresponde de perto ao interior da célula.

Sem comentários:

Enviar um comentário