ENFERMAGEM

ENFERMAGEM
É ISTO

sexta-feira, 28 de julho de 2017

BOTÂNICA ̣- DEISCÊNCIA DOS FRUTOS

    Em alguns casos, como sucede com a maior parte dos frutos carnudos e com os grãos dos cereais, o fruto não se abre para libertar as sementes, e chama-se indeiscente.
    Pelo contrário, em muitos frutos secos, como os do feijoeiro, da ervilheira, da papoila e da espora-dos-jardins (Consolida ajacis), abrem-se espontâneamente, quando maduros, para libertar as sementes.
    Estes frutos chamam-se deiscentes.
Fruto do feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.)

Fruto da ervilheira (Pisum sativum)
Fruto da papoila (Papaver somniferum L.)
    Estes frutos chamam-se deiscentes.
    A deiscência pode fazer-se:

    a) Por orifícios, como na papoila.

    b) Por fendas, como na espora-dos-jardins.

    c) Por válvulas, como na ervilheira, na couve (Brassica oleracea) e no goiveiro (Matthiola incana).

Deiscência do goiveiro (Matthiola incana)

Sem comentários:

Enviar um comentário