ENFERMAGEM

ENFERMAGEM
É ISTO

quinta-feira, 6 de julho de 2017

BIOQUÍMICA — COMO FUNCIONAM OS ENZIMAS

    Uma célula tem em média 100 000 enzimas que catalisam 1000 a 2000 reacções, o que leva a pensar que em média existam 50 a 100 moléculas de cada enzima.
    Para avaliarmos a eficiência da sua acção, basta dizer que a catalase (enzima que catalisa a conversão do peróxido de hidrogénio em água e oxigénio) transforma 5 milhões de moléculas por minuto.
    Porém, a maioria dos enzimas actua sobre 1000 a 500 000 moléculas por minuto.
James Batcheller Sumner (Canton, 1887-11-19 — Buffalo, 1955-08-12)
     Em 1926, Sumner conseguiu, pela primeira vez, purificar e cristalizar a urease.
    
John Howard Northrop (Yonkers, NY, 1891-07-05 — Wickenberg, AZ, 1987-05-27)
    Pouco depois, Northrop isolou e cristalizou a pepsina.

    Hoje, numerosos enzimas são obtidos no estado cristalino.
Gustav Embden (Hamburgo, 1874-11-10 — Nassau (Alemanha), 1933-07-25)
Otto Fritz Meyerhoff (Hanover, 1884-04-12 — Filadélfia, PA, 1951-10-06)

    Embden e Meyerhoff elucidaram o mecanismo da fermentação alcoólica da glucose
    Verificaram que este processo resulta da acção sucessiva de 12 enzimas, cada um dos quais modifica o produto de reacção ao anterior.
    Surge-nos assim o conceito de via metabólica: uma série de enzimas que actuam sempre na mesma ordem.
    Cada um deles opera uma pequena transformação na molécula, até à obtenção do produto final:
     Concluiu-se que o enzima atrai o substrato, formando-se em seguida um complexo entre ambos, em resultado da ligação de radicais de aminoácidos do enzima com a molécula do substrato.
    Este complexo dura 1/85 000 seg. para a catalase, ou seja, cerca de 10seg. 
    Em seguida dá-se a reacção, com formação do complexo enzima-produto
    Finalmente o produto é libertado e o enzima atrai nova molécula de substrato:
Mecanismo duma reacção enzimática

Sem comentários:

Enviar um comentário