ENFERMAGEM

ENFERMAGEM
É ISTO

quarta-feira, 12 de julho de 2017

BIOLOGIA — MOVIMENTO ATRAVÉS DA MEMBRANA DA CÉLULA

    A membrana da célula regula o movimento de matérias para o interior e para o exterior da célula.
    A água e os gases dissolvidos podem difundir-se livremente através da membrana, enquanto que moléculas maiores podem passar através dela pela actuação conjugada com proteínas da membrana.
    Esta membrana é constituída por duas camadas paralelas de moléculas de lípidos, ìntimamente ligadas.
    Proteínas específicas estão embebidas numa ou em ambas destas camadas lipídicas.
    Algumas destas proteínas transportam substâncias para o interior ou para o exterior da célula.
    São diversas as substâncias que passam através das membranas.
    O oxigénio dissolvido e o anidrido carbónico, água, iões e moléculas orgânicas relativamente pequenas, tais como aminoácidos e açúcares — todos passam através das membranas de várias espécies de células.
    Mesmo as moléculas maiores, como proteínas e ácidos nucleicos, podem penetrar nalgumas células.
    O mecanismo mais simples para a passagem duma substância para uma célula é a difusão resultante do movimento cinético fortuito de moléculas.
    Moléculas mais pequenas, tais como a água e gases, são geralmente capazes de se difundir livremente através da membrana, mas as moléculas maiores requerem proteínas especiais para o seu transporte.
    Estas proteínas estão incrustadas na membrana, onde actuam como transportadoras específicas de moléculas dum lado para o outro.
    A membrana celular não é uma estrutura estática duma composição constante.
    Altera-se constantemente pela adição de novas substâncias e remoção doutras antigas.
    Consequentemente, as membranas variam na composição não só dum tipo celular para outro, mas mesmo dentro da mesma célula, à medida que o tempo passa.
    As membranas são constituídas principalmente por lípidos e proteínas em pequenas quantidades de açúcares, muitas vezes associadas com moléculas maiores.
    As proporções dos componentes variam. 
    A figura ilustra um aspecto da disposição dos lípidos e das proteínas numa membrana típica da célula:
    Segundo este modelo, os lípidos estão dispostos em duas camadas de moléculas ìntimamente ligadas, para formar uma estrutura de dupla camada.
    Os lípidos estão dispostos com as suas "caudas" de ácidos gordos, formando a parte interna da membrana, e com as suas "cabeças" de glicerol formando as duas superfícies da membrana.
    As proteínas encontram-se ligadas à superfície da membrana ou incrustadas dentro dela, estendendo-se duma superfície à outra. 
    Deste modo, uma membrana pode ter várias espécies de proteínas na sua superfície interna, e espécies adicionais projectadas através dela.
    Esta estrutura complexa permite que a célula controle as substâncias que nela entram ou dela saem.
    Por causa do afastamento das moléculas na membrana e das suas propriedades químicas, moléculas mais pequenas, como a água e gases dissolvidos, transitam sem dificuldades de maior, enquanto que a passagem de moléculas maiores pode ser completamente bloqueada.
    Contudo, muitas moléculas orgânicas, especialmente açúcares e aminoácidos, podem entrar ou sair da célula devido à participação dalgumas das moléculas de proteínas incluídas na membrana.
    Por este motivo, alguns compostos passam livremente através da membrana sem impedimento, outros passam sòmente se na membrana houver proteínas transportadoras específicas e ainda outros são incapazes de passar.
    Por outras palavras: a membrana e selectivamente permeável.

Sem comentários:

Enviar um comentário