ENFERMAGEM

ENFERMAGEM
É ISTO

quarta-feira, 31 de maio de 2017

BIOLOGIA — VELOCIDADES DE REACÇÃO

    A velocidade à qual uma reacção tem lugar depende da estrutura dos reagentes, da sua estabilidade, da energia cinética possuída pelas moléculas reagentes e da sua concentração.
    As reacções ocorrem a velocidades diferentes mas características.
    Nós temos um exemplo disto quando comparamos a reacção explosiva que se dá na detonação dum cartucho de dinamite com o lento e constante enferrujamento do ferro exposta ao ar.
Explosão de dinamite.
Enferrujamento do ferro exposto ao ar.
    A primeira é uma reacção química que envolverá virtualmente todas as moléculas reagentes numa fracção de segundo. 
    A última é uma reacção entre as moléculas do oxigénio do ar e os átomos de ferro da peça exposta, e podem decorrer anos sem que todos os átomos do ferro tenham reagido com o oxigénio.
    A velocidade de reacção depende de vários factores diferentes, entre os quais a estrutura e a estabilidade das próprias substâncias.
    O composto explosivo num cartucho de dinamite é um composto químico relativamente instável, que requer apenas uma pequena energia de activação para induzir a rápida desintegração das moléculas.
    A energia de activação é geralmente fornecida pelo chamado detonador ou espoleta.
Diagrama dum cartucho de dinamite: A — Nitroglicerina misturada com material absorvente poroso. B — Cobertura cilìndrica do material explosivo. C — Ponta do detonador ou espoleta. D — Cabo eléctrico ligado à ponta do detonador.
Detonadores eléctricos.
    Numa reacção envolvendo a combinação de duas diferentes moléculas, a velocidade dependerá da frequência com que as duas diferentes espécies de moléculas colidem.
    Se aumentarmos o número de uma ou de ambas as espécies num dado volume, o número de colisões num período específico de tempo também aumentará, tendo como resultado um aumento de velocidade de reacção.
    Outro modo de aumentar a velocidade duma reacção é aumentar a energia cinética dos reagentes.
    O aquecimento duma mistura de reagentes não só aumenta o número de colisões porque aumenta a velocidade das moléculas em movimento, mas também aumenta a sua força e maior número de colisões ocorrem com força suficiente para resultar numa reacção.
    Assim, estas velocidades de reacção dependem de ambos os factores: concentração e temperatura.

Sem comentários:

Enviar um comentário