ENFERMAGEM

ENFERMAGEM
É ISTO

terça-feira, 29 de setembro de 2015

CONTRA A GRIPE

SOPAS
Quentes e suculentas, fornecem água, vitaminas e minerais, assim como fibras, ajudam a aumentar a sensação de saciedade e, regra geral, têm menos de 100 Kcal por 100 g.
As sopas confeccionam-se com uma grande variedade de alimentos, sugerindo-se abóbora, couves, alho-francês, espinafres, cebola, alho, ervilhas, feijão, grão-de-bico, cenoura, batata-doce, beterraba e couve-flor.


FRUTA
Contra a gripe há que optar por frutos cujo teor em vitamina C seja elevado, uma vez que esta vitamina é importante para o normal funcionamento do sistema imunitário.
Consumir todos os dias pelo menos um destes:

- Toranja — Fresca, cortada ao meio, com a polpa e as membranas separadas, e adoçada com mel ou xarope de agave.

- Laranja — Beber o sumo ou adicioná-lo às marinadas para temperar.

- Kiwi — Adicionar, em cubos, aos cereais do pequeno-almoço.

- Romã — Separar as sementes, que se podem adicionar a sobremesas ou saladas.
Colocar a romã num recipiente com água, para desfazer as membranas internas. As sementes ficam no fundo e as membranas e a casca à superfície.


LÍQUIDOS

Água, chá verde, infusões de menta, funcho, sabugueiro, tomilho, gengibre e camomila.
O organismo necessita de bastantes líquidos para facilitar a eliminação dos invasores.


LEGUMINOSAS

A maior parte das vezes as leguminosas servem-se em guisados ou estufados.
Também fornecem proteínas, mas de origem vegetal:

- Lentilhas — De fácil digestão e ricas em ferro.

- Soja — Fornece proteínas, minerais (cálcio, magnésio e cobre), vitaminas do complexo B e os fitoquímicos isoflavonas.

- Tofu — Produto à base de soja, com consistência de queijo, de fácil digestão e com várias aplicações em culinária (grelhado, panado, em saladas, etc.).


AVEIA

Cereal integral que fornece hidratos de carbono complexos e fibra.
Ideal para preparar ao pequeno-almoço porque garante energia para toda a manhã.



COGUMELOS

Fornecem selénio, vitaminas do complexo B e são ricos em polifenois.
Contêm betaglucanos e segundo estudos a sua presença pode ajudar o sistema imunitário a reconhecer e eliminar as células nefastas.


IOGURTE

Contribui para a ingestão de cálcio e fornece probióticos, úteis para uma colonização mais saudável do intestino.


MEL E MEL DE MANUKA

São utilizados tradicionalmente contra os agressores da garganta, suavizando-a.



ESPECIARIAS

Conferindo algum calor e muito sabor aos pratos de culinária, certas especiarias encontram-se em destaque porque também podem contrariar a inflamação.
Não devem faltar a canela, o açafrão e o gengibre.


EQUINÁCEA
(ECHINACEA PURPUREA D. C.)

A equinácea estimula as defesas do organismo e pode ser benéfica em muitas doenças infecciosas, como a gripe, sinusite, amigdalite, infecções respiratórias, etc..


PRÓPOLIS

A própolis consiste num conjunto de substâncias recolhidas na Natureza pelas abelhas, cujas propriedades estimulam o sistema imunológico.
A inalação de própolis ou a sua administração em xarope com mel, em situações de rinofaringite e outras afecções das vias respiratórias, tem uma acção benéfica.
AS PESSOAS ALÉRGICAS AOS PRODUTOS DA COLMEIA (MEL, PÓLEN) DEVEM EVITAR O CONSUMO DESTA SUBSTÂNCIA.



ALHO
(ALLIUM SATIVUM)

A suplementação da dieta com extracto de alho envelhecido pode melhorar a função das células imunológicas, melhoria que pode ser responsável, em parte, pela redução da gravidade dos sintomas e duração da gripe.


GINSENG
(PANAX GINSENG)

A sua utilização pode ajudar a reduzir o número de constipações comuns e a incidência de outras infecções respiratórias agudas.


SABUGUEIRO
(SAMBUCUS NIGRA)

As preparações à base de bagas e flores de sabugueiro são tradicionalmente conhecidas como agentes de apoio contra a gripe.
Há cada vez mais interesse, por parte da ciência, na sua eficácia e segurança, uma vez que os estudos in vitro confirmam os atributos já reconhecidos pela utilização tradicional.



VITAMINA C

A vitamina C, referida como o principal nutriente de suporte do sistema imunitário, pode ajudar a reduzir a duração e severidade dos sintomas da gripe.
Em casos de sintomas efectivos de gripe as doses de vitamina C podem ser de 2 a 3 g. / dia.
A forma tamponada de vitamina C (ascorbato de cálcio) constitui uma alternativa em casos de intolerância à acidez desta vitamina.


VITAMINA D

É um importante modelador do sistema imunitário.
Está comprovado que esta vitamina possui vários efeitos sobre a função imunitária, podendo aumentar a imunidade.
As doses podem variar entre 10 a 15 µg.


VITAMINA A

A vitamina A e o betacaroteno são úteis como suporte da função imunitária ao nível das membranas mucosas, prevenindo assim a infecção.
A dose diária recomendada desta vitamina é de 800 µg.


ZINCO

As fontes alimentares mais importantes são as sementes, os frutos secos e os cereais integrais.
O zinco é um mineral imprescindível no suporte imunitário e, além das fontes alimentares, pode ser encontrado sob a forma de suplemento alimentar entre 20 a 50 mg.


ROSEIRA BRAVA
(ROSA CANINA L.)

Também conhecida como rosa canina, rosa selvagem ou rosa silvestre, é um arbusto vivaz, nativo da Europa e das regiões temperadas da Ásia e da África do Norte.
Em Portugal cresce em sebes e bosques em quase todo o Continente e Regiões Autónomas.
É tradicionalmente utilizada em xaropes e chás, tendo a sua importância aumentado durante períodos de escassez ou guerra devido aos seus elevados teores de vitamina C (1700 a 2000 mg/100 g).

Sem comentários:

Enviar um comentário